Após eliminação, Arthur Rezende lamenta gol perdido: “Mudaria o jogo”

15/02/2019 - Reportagem: Globoesporte.com


O Boavista perdeu por 2 a 1 para o Figueirense em casa na última quarta-feira, no Estádio Elcyr Resende, e acabou eliminado da Copa do Brasil.

A história do jogo, no entanto, poderia ter tido um desfecho diferente. No primeiro tempo, o time de Saquarema perdeu algumas boas oportunidades. Uma delas, com o meia Arthur Rezende, que teve a chance de marcar dentro da pequena área, mas acabou parando no goleiro Denis, quando a partida ainda estava empatada sem gols.

– Sem dúvidas mudaria o jogo. Sairíamos na frente, e o time deles teria que se expor. Pensei naquela bola a noite toda, sim. A gente fica remoendo. Mas é levantar a cabeça e seguir. Levar o que fizemos de bom e corrigir naquilo que erramos. Nosso grupo é qualificado e saberá se reerguer – disse.

Logo após o gol perdido, o Figueirense saiu na frente do placar ainda no primeiro tempo e, na etapa final, anotou o segundo de pênalti – Renan Donizete, também cobrando uma penalidade máxima, descontou para o Boavista.

– O sentimento que fica é que jogamos pra ter melhor sorte na partida. Criamos diversas oportunidades, principalmente quando o jogo estava 0 a 0 e não conseguimos transformá-las em gols. Mas futebol é isso. É pegar o que fizemos de errado nessa partida e evoluir para as próximas – afirma.

O Boavista volta a campo no próximo dia 23 de fevereiro diante do Madureira, na estreia da Taça Rio, no Estádio Elcyr Resende.

– É manter o que tivemos no início da Taça Guanabara e não deixar o rendimento cair nas retas finais, como aconteceu no primeiro turno. O Eduardo tem nos cobrado muita concentração durante as partidas para que a gente não perca ponto bobo. Temos um time experiente e com grande qualidade. Estamos esperançosos em fazer um grande segundo turno – encerrou Arhur.